fbpx

Como fazer um bom orçamento de reforma residencial?

Banner post reforma - MarGirius

Quando pensamos em uma reforma residencial, a elaboração de um orçamento realista é uma das maiores preocupações. Afinal, é preciso saber se os recursos disponíveis serão suficientes para concluir a obra.

Como esta não é uma tarefa simples na maioria das vezes, é importante fazer um planejamento, um dos pré-requisitos mais importantes para o sucesso de qualquer projeto.

Assim, antes de colocar a reforma em prática, é importante detalhar e priorizar todas as atividades que a compõe. Desta forma, podemos evitar grandes desperdícios de tempo e dinheiro. Um planejamento adequado indicará exatamente o que deverá ser feito e quando, o que é essencial para o bom andamento da obra. Geralmente, ele deve incluir os seguintes fatores:

A divisão da reforma em etapas

Em uma obra residencial, é importante dividir a reforma em etapas. Por exemplo, primeiro o quarto, depois a cozinha, a sala e por último, o banheiro. Isto ajuda muito na organização das próximas fases.

A definição clara de tudo o que será feito

Em seguida, é interessante anotar tudo o que deverá ser feito em cada cômodo, como pintura, troca das luminárias e dos acabamentos elétricos, entre outros. Isto ajuda muito na preparação do orçamento dos materiais e da mão de obra. Embora pareça algo óbvio, isso evita mudanças durante a execução, que podem trazer grandes problemas, estourando facilmente o orçamento.

É importante pensar com calma e colocar os objetivos no papel, decidindo questões como: tipo de piso, se na reforma da cozinha será feita uma reestruturação das instalações elétricas para suportar mais equipamentos ligados, ou mesmo para adicionar novas funcionalidades, como balizadores, tomadas USB embutidas, mais pontos de luz e muitos outros.

O momento certo de fazer as compras

Um erro comum cometido por quem está reformando é comprar materiais antes do tempo certo. Às vezes, um item comprado agora que só será utilizado daqui há alguns meses irá utilizar a verba para outra coisa mais urgente dentro do cronograma, criando um descontrole financeiro.

Consulta a profissionais especializados

Além de ajudar no planejamento da obra, na estimativa de custos e nos prazos de execução, os profissionais especializados como engenheiros e arquitetos podem contribuir com orientações que evitam problemas graves durante a reforma. Apesar de ser um custo a mais, na maioria das vezes o investimento compensa. Isto porque a execução será feita da melhor forma possível.

Pesquisa de preços dos materiais e da mão de obra

O planejamento deve incluir a pesquisa de preços. As buscas podem ser realizadas em lojas físicas e/ou mesmo pela internet, de acordo as necessidades. Vários orçamentos são bem-vindos, principalmente no caso de obras grandes. E nessa hora, é importante considerar preços e qualidade. É importante lembrar que produtos baratos à primeira vista podem acabar custando caro, seja na hora da aplicação ou durante a vida útil.

Outro ponto importante é a mão de obra. No caso da instalação elétrica, por exemplo, é indispensável que o executante seja alguém devidamente qualificado. Isto porque é uma atividade que envolve riscos às pessoas e ao patrimônio.

Já no caso da colocação de pisos, por exemplo, o resultado e a durabilidade dependerão muito das habilidades e do capricho do profissional. Portanto, é importante considerar isso na hora de decidir.

Reserva financeira para imprevistos

Na maioria dos casos, acabam ocorrendo imprevistos durante a execução de uma reforma. Por exemplo, na hora de quebrar um revestimento de parede antigo, podem ser descobertas infiltrações, que devem ser solucionadas com uma impermeabilização. Consequentemente, haverá um gasto a mais. Portanto, uma boa ideia é reservar cerca de 20 a 30% do valor total do projeto para problemas inesperados.

Conclusão

Com um planejamento adequado, organização e antecedência, é possível realizar uma reforma com sucesso, com grandes chances de atender ao orçamento previsto inicialmente.

 

Siga-nos em nossas redes sociais

Canal YouTube

Canal Facebook

Canal Instagram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *