fbpx

As chaves para motores são dispositivos de comando manual, que permitem ligar, desligar, partir, transferir circuitos, mudar o sentido de rotação e a velocidade de motores, entre outras funções, de acordo com o modelo. Saiba mais

Partes e acessórios

Acessórios para chave de motor – Séries 600/800

CÓD: Acessórios para chave de motor - Séries 600/800

  • Limpar

Comutadora

Chave comutadora

CÓD: Chave comutadora

  • Limpar

Partida monofásica

Chave de partida monofásica PM-800

CÓD: Chave de partida monofásica PM-800

  • Limpar

Transferência

Chave de transferência TR-800

CÓD: Chave de transferência TR-800

  • Limpar

Estrela-triângulo

Chave estrela-triângulo CET-800

CÓD: Chave estrela-triângulo CET-800

  • Limpar

Liga-desliga

Chave liga-desliga CS-800

CÓD: Chave liga-desliga CS-800

  • Limpar

Tipos de chaves para motores

Os modelos mais comuns encontrados no comércio são eletromecânicos, embora existam também chaves eletromagnéticas e chaves eletrônicas. Estas últimas podem oferecer funções adicionais, como a limitação automática da corrente de partida, controle de velocidade linear e outros recursos.
Em geral, uma chave para motor pode ser monofásica (para motores ligados à redes elétricas de 2 “fios”) ou trifásica (para motores ligados à redes elétricas de 3 “fios). Há ainda versões que funcionam tanto com motores monofásicos como trifásicos.

Chave liga-desliga para motores

A chave liga-desliga para motores, também conhecida como chave de partida direta ou “chave interruptor”, tem a função de ligar e desligar diretamente um motor elétrico.
Normalmente é utilizada em exaustores industriais, moedores, amassadeiras, trituradores e outros equipamentos elétricos.

Chave reversora para motores

Além de ligar e desligar, a chave reversora, também conhecida como chave inversora de polaridade, permite inverter o sentido de rotação do motor.
Alguns modelos de chaves reversoras possuem alavancas com retenção (fixas) ou momentâneas. Estas últimas são muito utilizadas, por exemplo, em elevadores automotivos e máquinas desmontadoras de pneus.

Chave estrela-triângulo para motores

A chave estrela-triângulo também serve para ligar e desligar motores trifásicos Porém, ao invés de simplesmente ligar, ela tem a importante função de reduzir o pico de corrente que ocorre durante a partida dos motores, para cerca de ⅓ do valor que seria atingido por uma partida direta.
É utilizada em máquinas como trituradores de cana, picadores e outros equipamentos com motores trifásicos, geralmente com potências relativamente elevadas.

Chave de partida monofásica

Com função similar à chave estrela-triângulo, a chave de partida monofásica proporciona uma redução do pico de corrente no momento da energização dos motores. Porém, este tipo é utilizado exclusivamente com motores monofásicos.

Chave de transferência

Também conhecida como chave de transferência manual, ou chave de reversão de linha, este modelo permite ligar dois motores de modo alternado (um por vez), ou ainda transferir a alimentação da concessionária para um gerador autônomo, por exemplo.

Chave comutadora

As chaves comutadoras, também conhecidas como chaves seletoras, normalmente são embutidas em máquinas e painéis elétricos. Podem ter diversas funções, como liga-desliga, reversão, estrela-triângulo, mudança de velocidade (em motores especiais, tipo dahlander) e outras.
De acordo com o modelo, uma chave comutadora pode ter 2, 3 ou mais posições do botão acionador. Por exemplo, uma chave para mudança de velocidade possui 3 posições: baixa velocidade, desliga e alta velocidade. Ou seja: é uma chave rotativa de 3 posições.

Como escolher a chave para motor certa?

De modo geral, é preciso considerar diversos fatores, como a função, o tipo e potência do motor, o esquema elétrico, as condições de utilização, as proteções e muitos outros.
Além disso, é preciso definir qual tipo de atuador (botão, alavanca ou adaptador) seria o mais indicado.
Também é importante saber que alguns equipamentos requerem outros comandos elétricos mais elaborados, que podem incluir botoeiras, contatores, relés térmicos e/ou de falta de fase, ou mesmo dispositivos eletrônicos, como soft-starters e inversores.
Portanto, a aplicação deve ser avaliada por um profissional qualificado, a fim de garantir a segurança e o funcionamento adequado da máquina ou equipamento.