fbpx

Um quadro de distribuição tem a finalidade de receber a energia elétrica de uma ou mais fontes, distribuindo-a em seguida para outros locais, após passar pelos dispositivos de proteção nele instalados. Saiba mais

Barramentos de fase

Barramento de fase bifásico

CÓD: VAR: Barramento de fase bifásico

  • Limpar

Barramentos de fase

Barramento de fase monofásico

CÓD: VAR: Barramento de fase monofásico

  • Limpar

Barramentos de fase

Barramento de fase trifásico

CÓD: VAR: Barramento de fase trifásico

  • Limpar

Para embutir

Quadro de distribuição – embutir

CÓD: VAR: Quadro de distribuição - embutir

  • Limpar

Para sobrepor

Quadro de distribuição – sobrepor

CÓD: VAR: Quadro de distribuição - Sobrepor

  • Limpar

Popularmente, o quadro de distribuição também é conhecido como quadro de disjuntores, quadro elétrico, quadro de força, caixa de disjuntor ou ainda quadro de luz. Quando um quadro de distribuição recebe energia diretamente do poste de entrada de uma edificação, e concentra a maioria dos dispositivos de proteção da mesma, geralmente é chamado de quadro geral de distribuição.

Tipos de quadros de distribuição de energia elétrica

Existem diversos tipos de quadros de distribuição no mercado. O tamanho também varia, normalmente entre 6 e 36 postos. Quanto à forma de instalação, geralmente são classificados em dois grupos: embutir e sobrepor.

Quadros de distribuição de sobrepor

São modelos indicados para instalações elétricas aparentes. A fixação é feita sobre a parede ou superfície, dispensando serviços de alvenaria.

Quadros de distribuição de embutir

Projetados para instalação na parte interna das paredes ou superfícies, são os modelos mais comuns utilizados em residências e estabelecimentos comerciais.

Como escolher o melhor quadro de distribuição?

Na hora de escolher um quadro de distribuição, é importante atentar para alguns detalhes, a fim de evitar transtornos na hora de instalar ou futuramente:

  • Dar preferência aos quadros de distribuição que já vem com barramento de neutro e terra, pois com eles a instalação se torna mais organizada, limpa e segura;
  • Utilizar modelos que tenham trilhos DIN metálicos, para garantir uma fixação segura dos dispositivos de proteção;
  • Nos modelos de embutir, observar a existência de ajustes de altura e posição, para compensar eventuais falhas na fixação do quadro na parede;
  • Verificar se o quadro é fabricado com materiais resistentes à propagação de chamas, para garantir a proteção patrimonial, em caso de falhas nos dispositivos ou nas conexões internas.

Quadro de distribuição residencial

Na maioria dos casos, a rede elétrica residencial é monofásica ou bifásica, com tensões de 127V~ ou 220V~, dependendo dos padrões da concessionária de energia local. Mesmo um quadro de distribuição residencial simples também chamado de quadro de força residencial simples deverá ter os dispositivos de proteção definidos pela norma ABNT NBR 5410. Lembrando que estes dispositivos são destinados a preservar a vida das pessoas contra choques elétricos (como o interruptor diferencial residual, que desliga a energia quando a fuga de corrente se tornar perigosa); prevenir danos em equipamentos, causados por surtos elétricos (como o DPS) e também proteger os próprios circuitos elétricos, contra sobrecargas e curtos-circuitos (como os disjuntores).

Quadro de distribuição industrial

Já no caso de indústrias, os quadros de distribuição utilizados variam muito de acordo com as necessidades de cada projeto. O que determina ser quadro de distribuição trifásico são os componentes (disjuntores) que serão instalados nele. Normalmente nas indústrias, a rede de baixa tensão normalmente é trifásica, de 220V~ ou 380V~.

Barramento de fase

O barramento de fase é um acessório opcional, utilizado para interligar diversos dispositivos de proteção durante a montagem de um quadro elétrico, simplificando o trabalho do instalador.
Um quadro de energia com barramento de fase oferece um aspecto visual mais limpo e organizado. Além disso, facilita futuras manutenções.