fbpx

O que são e para que servem as minuterias?

Minuterias o que são e para que servem

As minuterias são dispositivos de comando manual, que apagam automaticamente uma ou mais lâmpadas após um tempo definido. Elas levam este nome por manterem, em geral, as lâmpadas acesas por aproximadamente um minuto¹.

A principal aplicação destes produtos está nos locais de circulação, como corredores, escadarias e halls, onde evitam que a iluminação fique acesa sem necessidade, contribuindo assim para o uso racional da energia.

Atualmente, as minuterias mais comuns encontradas no comércio são eletrônicas, com duas construções básicas:

  • Para instalação em caixas 4×2″, já com a tecla ou sensor de toque para o acionamento da iluminação;
  • Para uso com interruptores pulsadores (momentâneos) externos.

exemplo de minuteria de tecla e minuteria de toque com indicador luminosoAs necessidades de cada local definem qual será a construção mais adequada.

Minuterias coletivas

As minuterias coletivas são aquelas que permitem o acionamento da iluminação a partir de diversos pontos. São ideais para ambientes com múltiplos acessos, como hotéis e prédios residenciais.

Na maioria dos casos, as minuterias coletivas são embutidas e permitem o uso de interruptores pulsadores do mesmo padrão dos acabamentos elétricos já existentes na edificação, oferecendo assim a vantagem de não comprometer a estética do ambiente.

exemplo de minuteria coletiva com interruptor pulsador em corredor

Evolução das minuterias

Existem outros produtos que substituem as minuterias, como os sensores de presença, que dispensam o acionamento manual, acendendo e apagando a iluminação automaticamente. Apesar disso, há diversos locais em que as minuterias são utilizadas, seja por questões estéticas, ou mesmo por limitações da infraestrutura predial.

Instalação das minuterias

  • Para facilitar a localização no escuro, é conveniente que os interruptores pulsadores tenham iluminação na tecla.
  • A instalação correta e segura das minuterias depende do cumprimento das instruções dos fabricantes e das orientações da norma brasileira correspondente, considerando que o projeto, a execução, a verificação e a manutenção das instalações elétricas devem ser confiados somente a pessoas qualificadas².

 

Referências:

1 CREDER, Hélio. Instalações Elétricas. 16ª edição. Atualização e revisão de Luiz Sebastião Costa. Rio de Janeiro, RJ. LTC, 2016.
2 Norma NBR-5410:2004 – Instalações elétricas de baixa tensão, publicada pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

 

Siga-nos em nossas redes sociaisCanal YouTube

Canal Facebook

Canal Instagram