fbpx

O que fazer quando faltam tomadas?

conjunto de tomadas montada em placas linha sleek e linha B3

Esta é uma dificuldade cada vez mais comum no dia a dia das pessoas. A quantidade de aparelhos elétricos aumenta, mas não há tomadas suficientes no local para ligar todos eles.

Na prática, encontramos diversas formas de resolver este problema, tais como:

  • Uso de acessórios elétricos. Geralmente os benjamins e outros multiplicadores de tomadas, como as populares “réguas” são os recursos mais utilizados, por serem acessíveis, rápidos e práticos.

exemplo de acessórios elétricos: benjamim, adaptadores ou regua eletrica

Entretanto, o uso seguro destes acessórios depende de alguns cuidados que precisam ser levados em consideração, como não ultrapassar a capacidade elétrica máxima que eles suportam. Caso contrário, poderão ocorrer sobreaquecimentos perigosos.

  • Instalação de tomadas adicionais em caixas de sobrepor, interligadas por canaletas. Uma alternativa prática, porque dispensa a quebra de paredes, tetos e outros serviços de alvenaria.

exemplos de caixa de sobrepor com tomada

  • Instalação de tomadas adicionais embutidas. A solução mais recomendada, pois permite manter o padrão de acabamento do ambiente.

conjunto de tomadas montada em placas linha sleek inha B3 linha infiniti

Afinal, qual é a melhor alternativa?

Todas as opções apresentam vantagens e desvantagens. Se por um lado, por exemplo, os adaptadores são os mais práticos, por outro, esteticamente poderão incomodar, porque ficam externos às tomadas, causando um acúmulo de “fios” no mesmo local.

Já a instalação de caixas de sobrepor permite distribuir os “fios” dos aparelhos de modo mais organizado. Porém, as canaletas e caixas visíveis podem não combinar com o ambiente.

Portanto, a instalação de novas tomadas embutidas é a mais indicada sob o ponto de vista estético, por manter a harmonização do ambiente. Além disso, podem ser posicionadas em locais próximos aos aparelhos, de forma que os“fios” não fiquem tão aparentes. Porém, o investimento e tempo necessários à instalação geralmente são bem maiores, em relação às outras alternativas.

Em qualquer caso, antes de aumentar o número de aparelhos ligados à uma instalação elétrica, é indispensável verificar se a mesma está em ordem, e de acordo com a norma técnica correspondente¹, a fim de evitar sobreaquecimentos, choques e danos em componentes ou aparelhos.

 

Referências:

1 Norma NBR-5410:2004 – Instalações elétricas de baixa tensão, publicada pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Siga-nos em nossas redes sociais

Canal YouTube

Canal Facebook

Canal Instagram