fbpx

Como funciona uma luz de emergência?

luz de emergencia aplicada

Item de segurança obrigatório para diversos tipos de imóveis1, a luz de emergência tem a função principal de iluminar os ambientes em caso de falta ou queda da energia elétrica, além de sinalizar os acessos em locais de circulação, como corredores, halls e escadarias.

modelo de luz de emergencia

Em geral, as luzes de emergência possuem um circuito eletrônico de controle e uma ou mais baterias recarregáveis, com autonomia suficiente para manter as lâmpadas ou leds acesos durante um tempo pré-determinado, normalmente de 2 horas.

Embora o uso não seja obrigatório em todas as residências, é muito cômodo ter uma iluminação que funcione automaticamente no caso de faltar a energia, para evitar o inconveniente de ficar procurando uma lanterna ou mesmo velas, no escuro.

Além disso, existem situações nas quais a iluminação de emergência é importante ou até indispensável para a segurança, como as seguintes:

  • Crianças pequenas. Geralmente têm medo do escuro. Assim, se faltar energia durante à noite, não ficarão em “pânico”.
  • Idosos e/ou pessoas com dificuldades de locomoção. Estes casos exigem atenção especial, devido ao risco de quedas e suas consequências.
  • Ambientes com escadarias. Também são locais propícios a acidentes. E, de acordo com o tamanho e formato das estruturas, até mais de uma luz de emergência pode ser necessária para garantir a segurança.

Modelos discretos para uso residencial

Embora haja diversos tipos de luminárias de emergência no comércio, alguns modelos apresentam certas vantagens para o uso residencial, como os exemplos abaixo:

modulo luz de emergencia e luz de emergencia portátil

  • Luz de emergência embutida. É discreta, pois oferece a possibilidade de acompanhar o padrão dos acabamentos elétricos do ambiente. Alguns modelos são modulares, ocupando o espaço de apenas 2 postos – o que permite ainda a ligação de uma tomada comum na mesma caixa.
  • Lanterna de emergência. Este tipo pode ser conectado em qualquer tomada elétrica. Sua principal vantagem é a mobilidade, uma vez que permite o uso como lanterna portátil.

 

 

Referências:

1 Instrução técnica Nº 18/2011 – Iluminação de emergência – Corpo de bombeiros. Polícia Militar do Estado de São Paulo. Disponível em https://bit.ly/3zURpox – Acessado em 24/06/2021.