Dicas para escolher e instalar os DPS

DISCAS PARA ESCOLHER DPS

Um dos meios mais adotados e indicados para reduzir o risco de danos aos equipamentos e instalações, causados por surtos elétricos, é a utilização dos DPS – Dispositivos de Proteção contra Surtos.

Porém, a proteção só será eficaz se os dispositivos forem selecionados, coordenados e instalados corretamente, de acordo com as normas técnicas correspondentes1.Observamos que na prática, o uso dos DPS gera uma série de dúvidas. Comentamos abaixo algumas delas, de forma simplificada. As informações se referem aos DPS projetados para uso em quadros elétricos em geral, ligados a um sistema de distribuição de energia com neutro aterrado (que é o tipo mais comum). São elas:

Quantos DPS devem ser instalados no quadro elétrico?

E como ligá-los?

Devem ser instalados DPS entre cada uma das fases e o terra. Para as ligações, é indicado o uso de cabos (“fios”) com seção mínima de 4 mm2 e comprimento máximo de 50 cm.

Como definir a tensão (”voltagem”) correta do DPS ?

A tensão nominal do DPS deve ser compatível com a tensão da rede elétrica local. Considerar sempre a tensão entre Fase e Neutro. Um DPS de 127V~ ligado em 220V~ irá queimar. Já um DPS de 220V~ poderá também ser utilizado em redes de 127V~, porém para maior eficiência, recomenda-se manter iguais as tensões da rede e do DPS.

O que é corrente máxima de descarga? Qual devo escolher?

A corrente máxima de descarga é medida em milhares de Amperes (KA) e corresponde ao “maior surto” que o DPS consegue suportar pelo menos uma vez, sem ser danificado. Este valor é escolhido de acordo com o nível de exposição do local à incidência de raios, pois estes são os principais causadores dos surtos elétricos. Lugares com alta incidência de raios requerem DPS com maior capacidade. Em geral, são utilizados os seguintes valores:

  • Áreas urbanas, próximas à região central, com prédios equipados com para-raios no entorno:  DPS de 12KA a 20KA.
  • Periferia de áreas urbanas, com poucos prédios sem para-raios no entorno: DPS de 30KA a 45KA.
  • Áreas rurais ou edificações afastadas (isoladas): DPS 60KA ou maior.

Sob o ponto de vista técnico, nada impede que seja instalado um DPS com capacidade em KA maior que a recomendada para o local. E neste caso, a tendência é que a vida útil do DPS seja prolongada.

Aprenda a interpretar as marcações de um DPS.

Olhando para um DPS, podemos identificar algumas de suas principais especificações. Veja o exemplo abaixo:

dicas para escolher um dps - detalhesttps://www.margirius.com.br/conheca-os-dps-dispositivos-de-protecao-contra-surtos/É importante saber que as marcações podem variar de fabricante para fabricante. Mas de forma geral, as especificações indicadas precisam ser fornecidas com o produto.

 

Referências:

(1) Normas NBR-5410:2004 – Instalações elétricas de baixa tensão e NBR 5419-4:2015 – Proteção contra descargas atmosféricas. Parte 4: Sistemas elétricos e eletrônicos internos na estrutura. Publicadas pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).