Cresce o número de acidentes com eletricidade no Brasil

De acordo com o levantamento realizado pela ABRACOPEL1 referente ao ano de 2018, foram registrados 1.424 acidentes de origem elétrica no Brasil. Comparado ao ano de 2017, com 1.387 ocorrências, houve um crescimento de 2,67%.
Os choques elétricos lideraram as ocorrências com 836 casos (59%), seguidos pelos incêndios com 537 casos (38%) e os acidentes envolvendo descargas atmosféricas com 51 casos (3%).
Sem contar os acidentes não divulgados pela imprensa ou que não puderam ter a origem efetivamente atribuída à eletricidade. E entre as ocorrências registradas no ano de 2018, está a perda de 622 vidas, vítimas de choques elétricos.

Acidentes com eletricidade 20182 – Principais causas:
59% Choques elétricos
38% Incêndios por sobrecargas
3% Raios

Ajude a reduzir o índice de acidentes elétricos! Saiba como proteger sua vida e seu patrimônio.

Entre muitas recomendações, seguem abaixo algumas como exemplo:

  • A instalação de dispositivos diferenciais residuais (DR) é fundamental para a proteção de pessoas contra os choques elétricos
  • Para evitar riscos de incêndios, jamais devem ser utilizados benjamins e outros tipos de adaptadores sem certificação (sem a marca Inmetro).
  • Em situações de tempestades, evite permanecer em locais como áreas abertas, topos de morros, proximidade de cercas metálicas, trilhos ou árvores isoladas.

A conscientização é o primeiro passo para a mudança. Assim, dedicaremos uma série de informativos à proteção elétrica, abordando desde as causas mais comuns, até exemplos de meios pelos quais novas tragédias possam ser evitadas.

 

Referências:

1 Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade. http://abracopel.org

2 Dados extraídos do Anuário Estatístico 2019 – Ano base 2018