As instalações elétricas de sua casa são seguras?

As instalações elétricas de sua casa são seguras

No ano de 2018, somente no Brasil, 622 pessoas perderam a vida1 em consequência de choques elétricos. A maior parte delas em ambientes residenciais. Isto nos leva a pensar: será que as instalações elétricas de nossas casas são seguras? Embora existam riscos que somente um profissional qualificado possa identificar, alguns perigos potenciais podem ser facilmente evitados. Veja alguns exemplos:

Tomadas antigas

Modelos que não atendem o padrão brasileiro – as tomadas padronizadas impedem o acesso às partes vivas durante o uso normal.

Adaptadores: uso excessivo ou piratas.

Use somente adaptadores, réguas e extensões que tenham a marca Inmetro. Ela é a garantia de que o produto atende aos critérios mínimos de segurança.

Instalação do condutor de proteção (fio terra).

Apesar dos equipamentos geralmente funcionarem sem o fio terra, o objetivo deste é “forçar” o desligamento da energia (através dos DRs por exemplo) em caso de falhas na isolação dos aparelhos, evitando possíveis acidentes.

Aparelhos que “dão” choque.

Choques em registros de chuveiros, geladeiras, bebedouros e outros aparelhos são evidências claras de que há algo errado. É importante que um profissional qualificado avalie a situação e a solucione.

Uso de DRs no quadro elétrico (Diferenciais Residuais).

A função dos DRs é proteger as pessoas em caso de choques elétricos, desligando a energia automaticamente.

Agir para mudar nossa realidade.

Uma pesquisa2 realizada em 2007 indicou que 60% dos imóveis nunca tiveram as instalações elétricas reformadas. Citamos abaixo outros dados relevantes do mesmo levantamento:

  • 65% dos imóveis não possuíam tomadas com pino terra (2P+T);
  • Apenas 43% dos chuveiros elétricos estavam ligados ao fio terra;
  • Uso expressivo de adaptadores e extensões para a ligação de 2 aparelhos em média.

Sabendo que a prevenção de acidentes é o melhor caminho, o primeiro passo é a conscientização. Precisamos reverter este cenário.

 

Referências:

(1) Anuário Estatístico 2019 – Ano base 2018, publicado pela Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade. http://abracopel.org/ – Acessado em 19/06/2019
(2) “Raio X das Instalações Elétricas”, publicado pela Abracopel em conjunto com o Procobre. http://bit.ly/2X6DnfE – Acessado em 19/06/2019